SD_imagens4
SD_imagens3
SD_imagens
SD_imagens2
SD_imagens5
SD_imagens6
SD_imagens7
SD_imagens8
SD_imagens9
SD_imagens10
SD_imagens11
SD_imagens12
SD_imagens13
SD_imagens14
SD_imagens15
SD_imagens16
SD_imagens17
imagens
guerreiras_1
guerreiras_2
SD_imagens4
SD_imagens3
SD_imagens
SD_imagens2
SD_imagens5
SD_imagens6
SD_imagens7
SD_imagens8
SD_imagens9
SD_imagens10
SD_imagens11
SD_imagens12
SD_imagens13
SD_imagens14
SD_imagens15
SD_imagens16
SD_imagens17
imagens
guerreiras_1
guerreiras_2

Como é criada uma campanha de moda?

Se tem um processo que amamos fazer é o de produzir editoriais de moda. No ano de 2015 o Coletivo Contorno chegou a produzir uma média de 36 editoriais e 13 revistas e vários Fashion Films.

O processo fica ainda mais interessante quando temos a oportunidade de acompanhar o lançamento de uma coleção desde o seu início, antes mesmo da criação das peças. Dessa forma temos a liberdade de aplicar conceitos do processo de criação do Design, utilizando ferramentas para centralizar a linguagem do projeto e orientar os demais profissionais envolvidos (designer, beauty, fotógrafo, cenógrafo etc).

Dentre as várias campanhas que realizamos em 2015, escolhemos uma para destrinchar e apresentar como aplicamos o processo de criação em design à implementação de uma campanha de moda. Para isso vamos fazer agora uma viagem no tempo e ir direto para Abril de 2015, quando fizemos a terceira revista de inverno da Babita: Guerreiras.

 

Pesquisa e Moodboard de Referências

O fechamento do tema começou cerca de 6 meses antes, quando realizamos uma reunião sobre as macrotendências que estão ilustrando as passarelas, ruas e vitrines do mundo todo, além de um estudo sobre comportamento, séries de televisão, conflitos, eventos e outras coisas que vão chamar a atenção e influenciar no desejo do consumidor. Esse estudo é feito em parceria com o Consultor de Moda Rodrigo Cezário. Baseado nessa extensa pesquisa afunilamos o conteúdo para os temas que vão guiar o conceito das campanhas do ano.

O moodboard é uma importante ferramenta no processo criativo pois ajuda as pessoas externalizarem suas ideias e centralizar a linguagem do projeto. Confira abaixo os moodboards resumidos que fizemos a partir do estudo das tendências do inverno de 2015 para a campanha Guerreiras.

Inverno 2015

Inverno 2015

 

Construção da Persona

A criação de personas é um processo fundamental quando vamos lançar um produto. Esta etapa consiste em imaginar a pessoa que você quer atingir ou representar, desenhando seus gostos, estilo de vida, expectativas, posicionamento em determinadas questões.

Babita é um cliente que trabalha com uma diversidade grande de produtos, por isso os dividimos para a criação de 3 personas dentro de um mesmo tema. A definição das personas ajuda a alinhar o conceito na hora de escolhermos as modelos e o beauty que será utilizado no dia da produção (penteados, paleta de cores e estilo da maquiagem).

Confira o board final que fizemos para ilustrar a atitude de cada uma das personas da campanha Guerreiras:

imagens

Justiceira: Luta pelos seus direitos, o ambiente urbano é o seu local de combate. Gosta do clássico da alfaiataria mas não dispensa outras modelagens, sexy e elegantes, que traduzem a ousadia de sua personalidade.

Aventureira: Desbrava territórios e fronteiras. Adora viajar e conhecer novas culturas. Coleciona itens de suas diversas viagens e utiliza-os para decorar a casa e compor o guarda-roupa.

Sonhadora: Inspirada por séries e grandes contos da era Medieval, a disputa por tronos e duelos com dragões e outros animais místicos fazem sua imaginação voar na hora de compor os looks.

 

Design de Produção

Em muitos países, como os Estados Unidos, o design de produção já é uma área muito bem consolidada no mercado audiovisual. O Oscar possui inclusive a categoria Production Design. No Brasil estamos começando a ir além do que é conhecido como direção de arte para implementar aos poucos ferramentas do design de produção.

Essa etapa consiste em pensar nos elementos chaves para construir o mundo que vai abrigar a história nos mínimos detalhes. É o processo inicial de materialização da linguagem definida.  A partir daí começa a correria da produção executiva para conseguir os elementos  loucos  necessários para compor as cenas como a locação, objetos para contracenar, etc.

Na revista Guerreiras, a partir das personas definidas e temas escolhidos definimos que precisávamos de um Castelo. Então a nossa produtora executiva Verlaine Prado correu atrás e, com isso, filmamos e fotografamos no famoso Castelo Itaipava.

Castelo Itaipava

Utilizamos a parte interna e externa, além uma fábrica de fundição para o outro editorial. Confira abaixo o resultado e os nomes escolhidos para cada editorial:

Ferro e Fogo: Para abrigar a nossa guerreira Justiceira escolhemos uma fábrica de fundição com tons escuros da ferrugem do local contrastando com o fogo que é utilizado na fábrica.

Ferro e Fogo

Ferro e fogo 2 Ferro e fogo

Guerra dos Tronos: Esta produção foi da nossa Sonhadora, produzido no famoso e temático Castelo Itaipava. Locação muito recomendada para quem busca algo com a vibe medieval, repleto de espadas e armaduras.

SD_imagens13Guerra dos tronos 2Guerra dos Tronos 3Guerra dos tronos 3

Doces Bárbaros: Nosso editorial com referências étnicas foi realizado na parte externa do Castelo Itaipava. Uma área descampada onde fizemos até uma fogueira para contarmos melhor a nossa história.

Doces Bárbaros

Doces Bárbaros Doces Bárbaros 2 Doces Bárbaros 3

Geralmente, um produção de moda é composta pelas equipes de: Diretor de Arte, Modelo, Fotógrafo, Beauty, Stylish, Cenógrafo e Vídeo. Cada um com seus assistentes. O cliente também sempre acompanha para aprovar o processo conforme ele vai acontecendo.

 

Pós Produção

guerreiras_2

Após realizada a captação do vídeo e sessão de fotos, todo o trabalho de conceituação feito anteriormente continua sendo utilizado como guia no processo de tratamento, diagramação das imagens, criação dos letterings e demais peças da campanha.

Chegam após a produção mais de mil fotos brutas e nós fazemos o processo de curadoria e apresentamos para o cliente as imagens escolhidas. O processo de escolha das imagens é sempre complexo pois não basta a foto estar bonita, o produto tem que estar muito bem apresentado, sem falhas ou poses que escondam detalhes importantes que fazem o diferencial da peça. Como por exemplo um braço cruzado pode esconder um detalhe importante da blusa. Essa preocupação com o produto acontece quando a sessão é mais comercial, quando estamos realizando um ensaio conceitual, a modelo e o fotógrafo ficam livres para fazer poses ousadas sem preocupar tanto com elementos da roupa.

Após a escolha das fotos, fechamos a revista. Utilizamos a identidade da campanha para fazer os letterings, grafismos e demais detalhes gráficos.E durante o processo de impressão acontece o tratamento, e nas provas que vem da gráfica da revista verificamos se está adequado ou se algo escapou aos nossos olhos (um fio da iluminação que aparece no fundo, fita crepe, algum amassado na roupa, mais fita crepe).

A identidade da campanha também centraliza a linguagem de outras peças de divulgação, como banners para o site, recortes dos produtos para a loja virtual, outdoors e vitrines.

guerreiras_1

Outra peça que produzimos também é a tag que fica anexada com o nome da campanha nas roupas. Esta peça sinaliza a coleção a qual pertence. Nosso cliente Babita (por ser uma marca de atacado) possui um fluxo de distribuição bem diferente de outras lojas e confecções, pois lança uma coleção nova todo mês que modifica toda a identidade das lojas (painéis de vitrine etc). Geralmente as outras marcas seguem o ritmo de lançar produtos de acordo com as estações, ou seja uma vez no inverno e outra no verão (algumas ainda exploram o alto-verão, dezembro e janeiro).

O vídeo também é fruto da identidade da campanha. Ela que determina qual será a melhor trilha, tratamento de cor, ritmo etc. O vídeo contribui para a história que é contada ao longo da campanha, fechando com chave de ouro.

 

direção de arte Marja Marques

design Catharina Bentos, Felipe Bastos, Paddy Ribeiro

beauty Cássia Perocco

produção executiva Verlaine Prado

styling Rodrigo Cezário

EDITORIAIS:

FERRO E FOGO

fotógrafo Márcio Rodrigues, assistente Rodrigo Bethônico

modelo Mariana Vansuit (Ford)

GUERRA DOS TRONOS

fotógrafos Bruno Maluf e Victor Faria, assistente Leonardo Tameirão

modelo Fernanda Brandão (Ford)

DOCES BÁRBAROS

fotógrafos Bruno Maluf e Victor Faria, assistente Leonardo Tameirão

modelo Camila Tavares (L’Equipe)

 

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *